Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

insensatez

Opinião - Anibaleitor de Rui Zink

Anibaleitor.jpg

 

Há muito, muito, muito tempo que não faço uma opinião sobre livros aqui no blogue. E juro que tenho lido alguma coisa. E coisas boas como tudo. Pois bem, hoje é o dia. 

 

Sinopse: «A pouco e pouco, à medida que nos aproximávamos do nosso destino, os nomes iam ficando mais sinistros: numa manhã de neblina deslizámos Mar das Serpentes adentro. Dois dias depois estávamos no Lago da Morte, paredes meias com o Lago dos Sonhos. Quando entrámos no Pântano das Epidemias, já quase não falávamos, e a neblina cercava o barco. Andávamos todos meio doentes, como se tivéssemos bebido água inquinada. Mas eu iria jurar que não era da água: era dos nomes.»
Micaela Ghitescu

 

Opinião: Eu adorei este livro. Um livro pequeno que se lê, tranquilamente, na piscina, durante o fim-de-semana. Fala sobre um tema que eu gosto muito: o gosto pela leitura, os leitores, o que leva os leitores a ler (ou a não ler). Não vou avançar muito na história para não perder a piada. Mas basicamente é sobre um rapaz que vai parar a uma ilha, onde conhece o Anibaleitor, um monstro que devora livros. Gostei muito. Recomendo.

 

Rating: 5/5

Um livro e um devaneio.

Há já bastante tempo que queria ter falado deste livro e aproveito para divagar sobre este género literário. Gosto muito, sempre gostei, de livros que falam de amores impossíveis, sofrimento até ao fim, romances profundos e que, demasiadas vezes, acabam mal. 

Não são livros light, nem "de cordel". São bons romances, muito bem escritos, fortes e profundos. 

Da minha lista de preferidos deste género, retirei um para falar hoje. Chama-se "Os Três Casamentos de Camilla S.", da escritora Rosa Lobato de Faria e é simplesmente maravilhoso. Poético e maravilhoso.

Sempre tive uma certa reserva relativa a esta escritora, sempre a considerei (erradamente) demasiado cor-de-rosa para meu gosto. Já li 4 livros dela e, de facto, houve um que não gostei nada ("As esquinas do tempo") mas tanto este que agora recomendo como "A trança de Inês" (sobre Inês de Castro) são imperdíveis. 

Se não conhecem a escritora, dêem uma oportunidade. Vale bem a pena. 

Sinopse dos "Os Três Casamentos de Camilla S.":

É a autobiografia de uma velha senhora que aos noventa anos decide contar a sua vida, incluindo o que ela possa ter de inconfessável. Desde os ambientes à narrativa (que atravessa quase um século de história) estamos perante um livro adequadamente romântico.

 

Já agora, um que gostava muito de ler, da mesma escritora, é "O pranto de Lúcifer" - já ouvi falar muito bem. Conhecem? Recomendam?