Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

22
Set17

Saudações ao Líder Brunete de Carvalho.

CD

Este dia tinha que chegar. Não esperava – sou sincera – que fosse tão cedo. Ora, como sabem, eu sou do Benfica e, como qualquer benfiquista, aceita mas não tolera adversários diretos, especialmente se eles existirem a um raio de dois quilómetros.

 

Bom, mas isto para dizer que Bruno de Carvalho (Brunete, para os amigos) sempre foi motivo de risada quando a minha malta se junta em tertúlias intelectuais, com o objectivo de debater problemáticas profundas como, por exemplo, se o Samaris é giro, se o Eliseu meteu silicone no rabo (se dão a entender que o da Rita Pereira tem, não entendo porque é que não questionam o rabiosque do Eliseu) ou porque raio é que o filho do Pizzi é ruivo.

 

E, depois de ver o vídeo do Bruno de Carvalho, a comunicar à família sportinguista que vai ser pai, com um discurso bastante sinistro cujo propósito ou foi enrijar um regime no qual se vê como líder absoluto ou, bom, foi só fazer figura de parvo, concluo que, enquanto esta pessoa ali estiver, vamos ter muitos e bons momentos de entretenimento e, a parte melhor, de forma gratuita.

 

Fico triste porque, apesar de achar que os sportinguistas merecem muito, não mereciam tanto.

 

brunete e cristiano.jpg

 

E não, a fotografia acima não é random, vejam o vídeo abaixo e percebem que faz todo o sentido. Ou não.

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrevam a Newsletter (prometo que não se vão arrepender)

Carreguem aqui para subscrever:)

Sigam-me

Facebook

Instagram @catarinaduarte.words

Biografia

Sou autora do livro infantil “Maria Bolinhos – no Reino da Maravilhosa Doçaria Alentejana” e do blog insensatez.blogs.sapo.pt. Escritora compulsiva: a minha vida é absorver tudo aquilo que vejo e tudo o que ouço. Se estão comigo há um certo risco de se tornarem inspiração da minha próxima personagem :) mas, calma!, não fujam já! Dou Workshops de Escrita Criativa a crianças e a adultos - são boas horas que sempre voam embaladas pelo fluir frenético da escrita. Devoro arte, sou constantemente inspirada por ela, nas suas mais diversas formas: livros, pintura, música, cinema, fotografia. Mas, também, jardins, praias, arestas dos prédios recortados da minha Lisboa: inspiro a luz que escorre pelas suas paredes, expiro um texto completo de incertezas. Não passo sem café, sem livros, sem as minhas viagens mas, especialmente, sem o ar livre da minha cidade, a minha maior inspiração. Tenho 32 anos, vivo em Lisboa com o meu marido e com as minhas palavras preferidas.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D