Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sex | 01.07.16

Sobre nós. E o Euro.

Catarina Duarte

Quaresma.png

 

O que é que falta para prestarmos contas com o destino, fazê-lo pedir-nos desculpa pelo campeonato roubado em 2004 e sermos campeões europeus?

Por muito que estejamos envolvidos em euforia por estarmos, oficialmente, nas meias-finais, eu não consigo mostrar qualquer sinal de contentamento. Tivemos uma sorte desgraçada com os grupos e, na escalada até à final, vamos continuar a ter.

Ninguém me tira da cabeça a forma sofrida como conseguimos chegar até aqui. Não percebo – agradecia que alguém me explicasse – como é que, uma selecção com a nossa, passa sempre à “rasquinha” (sei que a palavra não é maravilhosa mas foi a melhor que consegui arranjar).

Não quero parecer mal-agradecida, sendo completamente realista, o que interessa é que, mesmo aos trambolhões, se vá passando. Mas, por favor, eu gosto de futebol bem jogado que, não precisando de ser futebol-espectáculo, pelo menos que seja minimamente bem disputado.

Estava habituada ao patriotismo, dentro e fora de campo, criado e fomentado pelo Scolari. Que, infelizmente, perdemos durante toda a altura de Paulo Bento. E que agora, lentamente, retomamos. Mas gostava de sentir mais. Mais amor e vontade. Mais amor e muito, muito mais vontade. Mais disputa. Mais garra. E mais golos.

Temos o melhor do mundo, temos o São Pepe, temos o Renato-alma-de-campeão, temos aquele que marca sempre que entra, temos tudo.

Por isso pergunto: o que é que falta para prestarmos contas com o destino, fazê-lo pedir-nos desculpa pelo campeonato roubado em 2004 e sermos campeões europeus?

 

Ando por aqui:

Instagram www.instagram.com/catarinaduarte.words

Facebook https://www.facebook.com/catarinaduartewords

Twitter https://twitter.com/cduartewords

Pág. 6/6