Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

19.01.17

(mais sobre) África do Sul – Blyde River Canyon, Lisbon Falls, God’s window (e outros locais)

Catarina Duarte
    No dia a seguir a visitarmos o Kruger Park, aproveitando a proximidade geográfica, demos uma volta pela zona e ficamos francamente fascinados pela sua beleza natural. Não sei se as expectativas eram baixas (ou se as tinha sequer), o que é certo é que, em cada local por onde parava, ficava deslumbrada pelas paisagens a perder de vista ou pelas quedas de água imponentes.   Quanto ao tema segurança (que era um tema que me preocupava e, imagino eu, preocupa a quem decide viajar (...)
18.01.17

África do Sul - Kruger National Park

Catarina Duarte
  Nunca – NUNCA – na minha vida de viajante tinha feito um safari. Faltava picar (claramente) este ponto na minha Bucket List (isto e uma outra actividade também feita nesta viagem – mas, sobre ela, falarei mais à frente). Como era o nosso primeiro safari, achamos boa ideia faze-lo no Kruger National Park e, dado que íamos até Maputo, as condições estavam todas reunidas para juntar o útil ao agradável (Maputo e Kruger Park estão a, aproximadamente, 100 km de distância).   (...)
17.01.17

Moçambique - Maputo.

Catarina Duarte
  Sempre quis ir a Maputo. Diziam que, na época colonial, era uma cidade mil vezes mais bonita do que Lisboa, provavelmente, com mais camarão e mais sol - acrescento eu.     A verdade é que sentimos uma certa mística a pairar na cidade, justificada (talvez) pelas ligações históricas que nos unem a ela. A verdade (também) é que não ficamos indiferentes com a história escrita nas paredes dos seus prédios ou naquela que está traçada no desenho geométrico das suas ruas.     É uma cidade que não está bem cuidada – há lixo e desleixo um pouco por todo o lado. Nesse aspecto, pela saudade que algumas pessoas que conheço sentem relativamente a esta cidade, tinha a expectativa de encontrar uma cidade mais acarinhada, (...)
16.01.17

Sobre África.

Catarina Duarte
Não sei se há uma razão concreta ou se são apenas ondulações da minha mente (da parte mais romântica) mas sinto que há uma ligação, quase sanguinária, entre os portugueses e África. A existirem essas razões, podem apontar como um: “mas isso és tu que tens família africana”. Remato apenas: não tenho. E eu, mesmo não tendo um pai angolano ou uma mãe moçambicana (ou de qualquer outra ex-colónia portuguesa), sinto uma atracção quase sobrenatural por este continente. Se (...)
07.01.17

África do Sul.

Catarina Duarte
  Gosto muito desta fotografia. É, até agora, a minha preferida desta viagem e (parece-me) dificilmente será batida por outra. Mais do que a vista soberba (África do Sul - God's Window) que, por si só, já seria suficiente para dar algum samba à imagem, mais do que o enquadramento minimamente geométrico que tanto aprecio, esta fotografia reflete - exatamente - aquilo que nós somos: até podemos estar cada um a olhar para seu lado mas sempre o faremos de mãos dadas.   (Vou (...)
04.01.17

Moçambique - Vilanculos, Bazaruto, Benguerra e Ilha de Santa Carolina.

Catarina Duarte
Há muito tempo que queria pisar o solo de Moçambique (sobre isto escreverei mais tarde mas julgo que, em todos os portugueses, existe sempre um certo impulso que nos leva a querer visitar África). Resolvemos, quase do dia para a noite, (minimamente) organizar esta viagem. Sabíamos que os meses de dezembro e janeiro são dos meses mais fortes para o turismo de Moçambique: é a época alta onde o país é completamente invadido por turistas da África do Sul. Assim que chegamos a (...)
04.01.17

Uma boa forma de começar 2017.

Catarina Duarte
  Tenho sentimentos mistos com a passagem de ano. Por um lado, não a adoro particularmente mas, por outro, é para mim um momento de introspecção, momento esse que necessito (e quero que exista) para balancear a minha vida. Normalmente, passo a meia noite desorientada entre a tentativa de conseguir engolir 12 passas em 12 segundos (ninguém consegue, certo?), a (grande) vontade de beber espumante e as lágrimas que caem sempre, fruto da saudade que sinto pelas (minhas) pessoas, (...)
03.09.16

It's Biarritz, baby!

Catarina Duarte
  Para terminar esta viagem, seguimos até Biarritz. É uma cidade charmosa, onde os prédios são requintados, as ruas são arranjadas e as lojas são aprimoradas.     (...)