Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Dom | 18.09.16

À hora do jantar.

Catarina Duarte

À hora de jantar, quando estou na rua e, por vezes, rodeada de prédios, com algumas janelas ao nível dos olhos, eu olho, de forma discreta, brilhante e amável, lá para dentro.

Não é curiosidade directa sobre outras vidas; é antes gostar do aconchego de um lar aquecido pelo embalo de uma luz amarelada, acalmado por uma televisão a funcionar como banda sonora à vida que lá dentro se vive e, muitas vezes, empacotado pelo barulho dos talheres do final de refeição.

Espreito e calha ver famílias. Reunidas à volta de uma mesa, confortavelmente posta, sem cerimónias e com pouco desprendimento. Outras vezes, essas mesmas famílias estão encostadas nos seus sofás e soltam gargalhadas largas e abertas sobre qualquer assunto conversado.

É tão bom saborear a meiguice da vida.

Mesmo quando, a nós, essas imagens vistas e curiosas, como estão e como se situam, não nos pertencem.

 

Instagram www.instagram.com/catarinaduarte.words

Facebook https://www.facebook.com/catarinaduartewords