Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sex | 26.08.16

Astúrias: Oviedo e Cudillero.

Catarina Duarte

 

DSCF5666.JPG

Não dá para reduzir Espanha a Espanha. E é, até de certo modo, injusto, diminuir este país, com tamanha diversidade, a uma única palavra.

Fazendo juz à verdade, com total clareza e exactidão, este local por onde agora viajo é, primeiro que tudo, composto por regiões, todas autónomas, em estados mas, principalmente, em beleza. Não são comparáveis e montam as suas vidas, de forma concreta, nas suas próprias singularidades: assumidas e orgulhosas.

Astúrias é um pedaço maravilhoso: carrega em si tanto o fardo montanhoso como a ligeireza do mar.

DSCF5672.JPG (Cudillero)

 

Começamos por Cudillero, uma vila pitoresca, cuja primeira imagem com que nos deparamos, contrastante com o dia cinzento que apanhamos, é de inúmeras casinhas coloridas, elegantemente perfiladas numa encosta irregularmente resguardada. Vale muito a pena analisar este pequeno povoado, acompanhando a visita com bom marisco.

DSCF5686.JPG(Oviedo)

 

Seguimos para Oviedo, capital das Astúrias. Oviedo é uma cidade elegante e com bastante personalidade. Nas suas ruas clássicas desfilam lojas e bons restaurantes. Entre uma favada das Astúrias e um copo de cidra servido de forma original, vamos mordendo o ambiente, sempre movido e alegre, das noites desta cidade.

Nota máxima para Oviedo. Uma cidade onde, certamente, irei regressar.

 

Outras fotografias https://www.instagram.com/catarinaduarte.words/

 

5 comentários

Comentar post