Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Seg | 24.04.17

Fenómenos.

CD

Chegou finalmente o momento de falar sobre determinados fenómenos que se passam na minha vida.

 

São alguns, não muitos, que me perturbam porque se sucedem sempre da mesma forma. Eu reparo neles e, até para mim, são estranhos. E tristes. E estranhos. E tristes.

 

Ora, aqui estão eles:

 

- Nunca consigo comer apenas um pastel de nata. Normalmente, são dois, há dias em que escalam para três, mas também já aconteceu serem quatro;

 

- Só compro roupa interior em números ímpares: uma cueca, três cuecas, cinco cuecas. Comprar duas cuecas nunca aconteceu. Nem quatro. Nem seis. Muito menos oito;

 

- Nunca toco com as mãos em puxadores de casas de banho públicas. São acrobacias e dúvidas complexas, giras para quem está de fora, cada vez que quero ir a uma casa de banho pública: enrolar o casaco nos dedos e rodar a maçaneta quando o puxador o permite ou puxar muito rapidamente a porta com o dedo mindinho e prendê-la com o pé quando ela se abre e depois, com os cotovelos, afastá-la para conseguir, finalmente, sair? É complexo, eu sei.

 

Há mais, mas vou guardá-los para segundas núpcias.

1 comentário

Comentar post