Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Qua | 31.01.18

Fim de Janeiro: até que enfim!

CD

O último dia de Janeiro é hoje.

 

É tão estranho este mês: queremos tanto que ele comece e depois desejamos tanto que ele acabe.

 

Julgo que temos uma relação meio bipolar com Janeiro: começa por ser muito amado (talvez o mais amado dos doze) porque, no fundo, é um mês muito promissor (as pessoas, nele, veem rasgos de esperança em cada um dos seus primeiros dias) mas, lá para o dia 15, a euforia abranda, o dinheiro não estica, este mês, de tamanho igual a muitos outros, apesar disso, é o mais curto.

 

É um mês de ressaca (sim, Janeiro, é um mês de ressaca) devido também a estas oscilações de sentimentos: muito amor e muito desgaste que gera muito cansaço e muita vontade de o ver pelas costas.

 

Quando o vemos acabar, sentimos alívio, como aquele alívio que se sente quando se sabe que o frio está a terminar.

 

O seu fim, do promissor Janeiro, representa o fim do frio.

 

E que bom que isso é!

 

Que venha Fevereiro!

4 comentários

Comentar post