Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Seg | 08.08.16

Just write.

Catarina Duarte

just-write-tshirt-1024x323.jpg

Na altura em que publiquei o livro, algumas pessoas, a maior parte pessoas que conheço apenas de relance, referiram, sempre com carinho, estima e, alguma, admiração, a seguinte frase:

- Também adorava publicar um livro!

Via-lhes algum brilho no olhar. Via-lhes alguma vontade. Via-lhes alguma intenção.

É engraçada, esta frase. Embarca nela todo o propósito da concretização mas pouca chama real.

Parece uma frase largada em suspenso.

Quando questionava o que já tinham escrito, algum local onde eu pudesse ver o que costumavam escrever, rematavam com um:

- Não tenho nada escrito. Não tenho por hábito escrever.

Acredito que não deixa de ser engraçada a ideia da publicação de um livro, ver o nosso nome estampado numa capa bonita escolhida com detalhe e amor mas, para estarmos, no mínimo, próximos da concretização do nosso ”sonho”, pelo menos (pelo menos!), convém começar pelo início.

Dava jeito mostrar algo mais do que uma intenção vaga - do que uma vontade abstracta. Do género: apresentar determinação e querer.

Fazer algo concreto. E tentar, tudo por tudo, a sua realização.

 

Facebook https://www.facebook.com/catarinaduartewords