Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Dom | 03.07.16

Na conservatória.

CD

No outro dia, em plena conservatória, enquanto me decidia porque corredor ir, ouvi uma voz, segura e concreta, a indagar, junto do segurança: "para divórcios?"

Olhei, de forma minimamente discreta, e prossegui caminho, enquanto a voz, segura e concreta,  percorreu outro.

Ao seu lado, estava um senhor encorpado, de camisa aos quadrados, tecido pesado mas de manga curta. Acompanhava com obediência a passada, larga e decidida, da voz segura e concreta.

Claro que divaguei. Claro que reflecti sobre um casamento feito ao som daquela voz. Claro que imaginei que o divórcio, aquele porque a voz segura e concreta questionava pode (ainda que assumindo que a culpa é sempre a meias) ter sido consequência directa da passada a que os dois caminham, marcada apenas por uma das partes.

 

Instagram www.instagram.com/catarinaduarte.words

Facebook https://www.facebook.com/catarinaduartewords

Twitter https://twitter.com/cduartewords