Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Seg | 12.03.18

Opinião: Linha Fantasma.

CD

linha fantasma 2.jpg

 

Este fim-de-semana foi passado de forma muito cinematográfica. Vi dois filmes maravilhosos que ficarão, certamente, na minha memória.

 

Começámos logo bem, com o maravilhoso “Linha Fantasma”, com Daniel Day-Lewis (que interpretação!), Lesley Manville (maravilhosa!) e Vicky Krieps (uma atriz luxemburguesa, com uma interpretação deslumbrante!).

 

Há quem se questione: sobre o que é que é o filme?

 

E há quem responda que é sobre a vida de um costureiro. Mas há, também, quem vá mais longe e diga que o filme é sobre uma história de amor.

 

Ora, eu acho que, embora o filme toque na história de um costureiro e na sua história de amor, o filme não é, de todo, sobre isso.

 

O filme é sobre um homem que mantém uma posição de supremacia face à sua mulher que, por sinal, é a sua musa inspiradora. O filme é sobre a forma como este homem é obcecado pela sua profissão mas é, especialmente, sobre a forma como esta musa encontra um modo de ter domínio sobre ele, tornando-o indefeso e carente e dependente dela. O filme é, também, sobre a forma como ele, de maneira surpreendente, aceita esta dependência. O filme é, especialmente, sobre o modo como esta relação sobrevive neste balanço, ao longo do tempo. Este filme, na minha perspetiva, é, essencialmente, sobre o equilibro que se encontra, tantas vezes, no desequilíbrio de uma relação.

 

Tenho duas cenas preferidas: uma, logo ao início, francamente deliciosa, que foi quando percebi que aquele ia ser um grande filme, passada num pequeno café, no campo; a outra, já na parte final do filme, quando a sua mulher (e musa) lhe prepara uma refeição. Ambas de uma suavidade atroz mas muito marcantes pelas expressões, pelo texto, pelos silêncios e, principalmente, pela mensagem subtil que ambas passam.

 

Representações fantásticas e um Daniel Day-Lewis que não desilude.

 

Até agora, foi o meu filme preferido destes Óscares.

linha fantasma 1.jpg

 

E vocês? Alguém já viu o filme? Gostaram?