Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Qua | 13.01.16

Opinião - Uma Agulha no Palheiro de J. D. Salinger

Catarina Duarte

 

9789723813210_1327630356.jpg

 

Nome Original: The Catcher in the Rye

Uma Agulha no Palheiro na primeira edição portuguesa e, numa nova tradução, À Espera no Centeio.

 

Sinopse: "O livro conta as aventuras de Holden Caulfield, um rapaz de 16 anos, que ao ter de deixar o colégio interno que frequenta, mas receoso de enfrentar a fúria dos pais, decide passar uns dias em Nova Iorque até começarem as férias de Natal e poder voltar para casa. Confuso, inseguro, incapaz de reconhecer a sua própria sensibilidade e fragilidade, Holden percorre nesses dias um intrincado labirinto de emoções e experiências, encontrando as mais diversas pessoas, como taxistas, freiras e prostitutas, e envolvendo-se em situações para as quais não está preparado."

 

Opinião: Há, de facto, fenómenos que não entendo. Um deles é o facto de ter ouvido falar maravilhosamente bem sobre este livro, já por diversas vezes. Claro que é um bom livro, um livro bem escrito, rápido, acessível, com uma história engraçada mas não considero nada transcendente.

Este livro conta a história de um adolescente inseguro que, após ser expulso de um colégio interno, inicia uma série de aventuras durante dois/três dias. O engraçado deste livro é que é narrado na primeira pessoa e o protagonista vai tecendo inúmeros comentários sobre as pessoas com quem vai lidando, sendo que, no espaço de minutos, pode odiar ou amar a mesma pessoa, sempre de uma forma muito superficial e por razões que nem ele sabe.

Dei algumas risadas valentes, pela forma espontânea com que ele tecia opiniões sobre quem com ele privava e pelo sarcasmo que utilizava como forma de defesa.

É um livro engraçado, que "faz parte" mas ressalvo: nada de transcendente.

 

Rating: 4/5

 

Insensatez no Facebook -> aqui.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina Duarte

    14.01.16

    Acho que o deves ler exatamente por ser considerado "fenomenal". No fundo, para teres uma opinião.
    Mas, honestamente, não o achei transcendente.
    No fundo, acho que daria um 3,5 mas no Goodreads só dá para dar 4 ou 5 :)
    Boas leituras!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.