Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sab | 12.11.16

A passadeira.

CD

A boina caia-lhe pingona sobre os óculos, fazendo com que o seu olhar escorregasse, de forma alongada, sobre a passadeira.

As pessoas com mais idade estão cientes que não têm todo o tempo do mundo mas sabem também que não têm todo o mundo à sua espera então, sem pressas, vivem (em plenitude) com a consciência do tempo que têm.

Encontrava-se esperando, pacientemente, que alguém lhe desse passagem. Fui eu. Fiquei a vê-lo cruzar risca atrás de risca - branca, preta, branca. Com um aceno na boina, agradeceu-me, sorrindo. Retribui-lhe o sorriso. E gabei-lhe, de verdade, ter todo o tempo do mundo para atravessar uma passadeira.

 

Estou aqui:

Instagram

Facebook