Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

(in)sensatez

Ser focada: esse objetivo difícil, árduo, mas possível.

27.04.18 | CD

darts-155726_960_720.png

 

 

Às vezes, é difícil ser focada. E refiro-me, concretamente, aos meus objetivos no blog e na escrita. Eles, em última análise, são claros, sei muito bem quais são, não tenho quaisquer dúvidas, embora tenha também consciência que podem ser alterados, porque estão indexados a mim e, especialmente, à minha fase da vida. Alterar o que planeamos pode fazer sentido e, na maior parte das vezes, até faz.

 

Mas, quando refiro que temos que ser e, especialmente, estar focados é porque tenho consciência que é muito difícil ter a certeza que as nossas opções são as certas.

 

Nós somos as escolhas que fazemos e, muito possivelmente, só vamos colher os frutos mais tarde, por esta razão é tudo muito feito às apalpadelas, numa tentativa de não falhar muito.

 

No blog – como na vida, claro – temos que tomar decisões pois temos que decidir com quem trabalhar, sobre o que escrever, qual o caminho a tomar. Tudo o que fazemos passa uma mensagem e, através dessa mensagem, vamo-nos refletindo nos outros.

 

Que tipo de informação é que quero passar nesta plataforma? Esta será, talvez, uma das primeiras perguntas a ser feita.

 

E, depois, surgem os convites, os trabalhos e, com eles, (alguma) visibilidade, e é aqui que temos que nos voltar a analisar, verificar se estamos a seguir mesmo o percurso que traçamos, voltar a alinhar ideias e reposicionar-nos, se for caso disso.

 

Nada está errado, são apenas considerações sobre qual o caminho que escolhemos seguir.