Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Ter | 27.03.18

Ser Spoiler ou Não Ser, eis a questão.

CD

spoiler.jpg

 

Eu vivo com uma pessoa que acha que, sempre que se diz o nome de um filme, já se está a ser spoiler. Dado que eu vivo apenas com uma única pessoa, é fácil descobrirem de quem é que eu estou a falar.

 

É também altamente provável que eu esteja a exagerar: se eu disser apenas o nome do filme, não me acontece nada; mas se eu disser, sei lá, o tema do filme (por exemplo, é sobre o leão que vai ser Rei de tudo o que a vista alcançar), já cai o Carmo e Trindade.

 

Ah e perguntam e exclamam vocês: e se o nome do filme for, por exemplo, Churchill? À partida, um filme com este nome não vai falar sobre o Ronaldo, portanto, a pessoa com quem vives, já deve saber para onde vai! Sim, exato, neste contexto acho que está tudo bem.

 

De todas as ignorâncias do mundo, esta é capaz de ser aquela que mais me faz confusão. Não pertenço ao grupo que quer saber o final do filme antes de o ver, mas, bom, saber – minimamente – a história não nos tira nenhum pedaço. Ou tira?

 

Confesso que pertenço àquela fatia da população que gosta de saber (ligeiramente) o que a espera quando decide ver um filme, porque não vejo todos os géneros. Desculpem-me aqueles que papam tudo e mais um par de botas, mas gosto de decidir previamente onde vou gastar o meu tempo. Tenho também consciência, para o caso de se estarem a interrogar, que me pode passar muita coisa boa ao lado. No geral, vivo bem com esta decisão.

 

Leio um bocado sobre o filme, investigo minimamente, basicamente, não vou às escuras ao cinema (bom trocadilho, Catarina, bom trocadilho).

 

Qual a diferença, então, entre ser spoiler e falar da sinopse com algo mais? Gigante!

 

Nos meus artigos de opinião sobre filmes (mas também sobre livros), eu não sou spoiler (quando acho que vou um bocadinho mais além do que devia, faço questão de dizer no início do artigo para as pessoas estarem preparadas e interromperem a leitura, se assim o entenderem). Eu falo sobre o filme como se de uma sinopse se tratasse e, claro, dou o meu ponto de vista, falo dos ângulos que considero serem os mais interessantes, digo porque é que o filme me marcou, enfim, dou a minha opinião.

 

É isso que também procuro quando ando à caça de filmes para ver.

 

E vocês? São daqueles que passam bem sem lerem sugestões ou crónicas sobre os filmes e vão à descoberta ou gostam de ir com uma ideia do que se vai passar?

2 comentários

Comentar post