Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sex | 10.06.16

Sobre a minha "não" televisão.

Catarina Duarte

A televisão raramente está acesa. Sabe-me bem, agora ainda com mais frequência, o silêncio calado desta casa. Gosto do sabor a tranquilidade, da forma como está amavelmente presa às nossas paredes, como se de um quadro se tratasse. Gosto que os únicos sons sejam a minha mudança de posição, quando estou a escrever ou a ler. Há muito tempo que me limito apenas a estar. A viver apenas com o sossego das páginas viradas ou das teclas batidas. Já não tenho pachorra para sabotar um serão à custa de vozes estridentes que são projectadas, de forma cada vez mais desenfreada, pela caixa mágica. Um ou dois programas são apenas aqueles a que me dedico a ver. E vejo. E desligo. Há muito mundo para além daquele que está preso dentro de uma televisão. Felizmente. Boa noite :)

Sigam-me no instagram : www.instagram.com/catarinaduarte.words

3 comentários

Comentar post