Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sex | 07.07.17

Somos seres básicos.

CD

As nossas necessidades básicas continuam a ser aquilo que – verdadeiramente - nos move.

 

Na verdade, eu acredito que sim, anda tudo, mais ou menos, atrás do mesmo.

 

Claro que há alturas em que lá nos distraímos (acontece a todos): olhamos para a esquerda, vemos uma borboleta (que gira!), entretemo-nos com ela durante um pedaço, afinal a nossa prioridade é mesmo o nosso sucesso profissional, aquele carro reluzente topo de gama ou aquele pedaço em Erasmus que vale tudo, e vamos pondo, caminho por caminho, umas coisas à frente das outras.

Assim, motivações que, diga-se de passagem, de prioritárias nada têm, vão ganhando terreno, enquanto ondulamos pela maré dos nossos dias.

 

Achamos que as nossas prioridades são todas diferentes. As minhas, as tuas e as tuas. Mas não: andamos todos atrás do mesmo.

 

Em última análise, por muitas voltas que se dê, por muitos caminhos secundários que se apanhe, por muito camuflado que esteja o nosso destino, por muitos distraído que esteja o nosso cérebro, em última análise,  as nossas necessidades básicas continuam a ser aquilo que - verdadeiramente - nos move.

 

E ainda bem. Adoro que sejamos seres básicos (mesmo que seja, para nós, fácil a distração).

 

Torna tudo mais fácil.