Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

20.07.18

As expectativas estragam tudo.

Catarina Duarte
Há relações que têm tudo para fracassar. Porque ela gosta de caracóis e ele não os pode nem ver, ou porque ele é doido por corridas e ela não se levanta nem para ir buscar o comando da televisão, ou, ainda, porque eles pertencem a pontos diferentes do país e, por consequência, ele gosta de neve e ela de sol, porque, claro, ele é do norte e ela do Algarve.   Depois, há relações que, assim que as apanhamos, dizemos que têm tudo para fluir. Porque ambos gostam de rock, (...)
19.09.17

Dedicatória.

Catarina Duarte
No outro dia, na Livraria Almedina, quando comprava o presente de anos da minha prima, lembrei-me que lhe podia escrever uma dedicatória, como muitas vezes faço.   Mas deixei passar porque, caso ela já tivesse o livro, não o poderia trocar. Os livros para mim são sempre sinais de amor e, por isso, imaginei…   Alguém dar um livro com uma dedicatória escrita numa das suas páginas mais para o final. Quem recebia o livro, não via a dedicatória e, por já ter aquele livro, ia (...)
14.02.16

Será que devia aproveitar o dia dos namorados para vos falar sobre o amor?

Catarina Duarte
Será que devia aproveitar o dia dos namorados para vos falar sobre o amor?   Entraria, certamente, em lugares-comuns, repetindo todas aquelas deixas que se vêem plantadas nos facebooks desta vida e, pelo meio, na ausência de melhores ideias, largaria as tais tiradas de “o amor é o quando o homem quiser”.  Se fosse simples, explicar o amor, não existiriam dezenas de milhares de obras em busca da sua definição. A verdade é que todos os cineastas, pintores, escultores, (...)