Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

12.04.19

No dia em que o meu irmão nasceu.

Catarina Duarte
No dia em que o meu irmão nasceu, numa clara antecipação no que toca às questões de igualdade de género da actualidade, os nossos pais ofereceram-me um carrinho de brincar e outro exactamente igual (mas aposto que mais giro porque há sempre um filho preferido!) ao meu irmão.   Reza a história que eu, então com três anos e tal, não liguei absolutamente nada ao carrinho, enquanto que o meu irmão, bom, o meu irmão também não: juram os meus pais que não se mexeu um (...)
08.10.18

Cristiano Ronaldo – quando os nossos sentimentos nos toldam as opiniões.

Catarina Duarte
  Seria de esperar que qualquer acusação que caísse sobre o Cristiano Ronaldo fosse alvo de inúmeras defesas. Tal como seria de esperar que qualquer acusação sobre Trump fosse apenas mais um argumento para o atacar.   Nós camuflamos, de forma mais veemente, os factos e, pior, a gravidade dos mesmos, quanto mais gostamos das pessoas envolvidas. Há uma grande tendência para defendermos os nossos, para irmos à escola descompor o professor porque ralhou com o nosso filho mal-educado.  
26.06.18

O melhor do mundo falha.

Catarina Duarte
  Claro que é importante, para sermos considerados "o melhor do mundo", termos jeito para jogar à bola, para escrever ou para pintar, é o pontapé de saída, utilizando a gíria futebolista, para o sucesso, mas não é tudo. Nunca é tudo.   Há quem diga que o Messi é melhor jogador do mundo, como se a definição de “melhor” fosse algo linear e fácil de explicar, como se para classificar como “melhor” houvesse unicamente uma única opção, como se aquele que é (...)
05.06.17

Povo exigente!

Catarina Duarte
Percebo que (alguns) portugueses não gostem de Cristiano Ronaldo. Tenho mais dificuldade em perceber que não queiram que o Real Madrid ganhe por ele lá estar.  Há, de facto, pessoas que querem e vibram para que o nosso maior português, aquele que é sempre o primeiro a chegar e o último a sair dos treinos, aquele que é o reflexo directo que com trabalho e dedicação (e talento) tudo se consegue, não tenha bons resultados.  No meio disto, penso sempre que aguardo (e quero!) o dia (...)
24.07.16

Cristiano Ronaldo. E o seu hotel. E o seu aeroporto.

Catarina Duarte
Olho para Cristiano Ronaldo enquanto fala sobre o seu hotel, sobre o seu aeroporto. Analiso a sua linguagem perfeita e pausada, os seus dentes brilhantes e alinhados. Vejo o comportamento refinado, o sorriso contido mas espontâneo, a sua mensagem pausada. Vejo que se aprumou. Vejo-o crescido mas vejo-o, acima de tudo, inteligente. Inteligente porque soube ser, apesar de tudo, humilde para reconhecer que teria que se melhorar. A humildade é um sinal de inteligência.  E melhorou. (...)