Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

11.07.16

O dia em que acordámos campeões europeus.

Catarina Duarte
O dia em que acordámos campeões europeus foi também o dia em que o futebol, o destino e a fé se uniram. Foi rijo mas, no final, nós e o destino lá fizemos as pazes, ele, o destino, redimiu-se, ajoelhou-se, pediu-nos perdão e fez-se justiça. JUSTIÇA. O destino, que nos devolveu (algo tardiamente) o que, na verdade, não nos tinha chegado a dar, (...)
07.07.16

Na final.

Catarina Duarte
  O meu amor, este que sinto pela nossa selecção (entenda-se: pelo grupo; não por nenhum jogador em particular), foi-se alterando à medida que este campeonato foi avançando. Mas, julgo eu, o comportamento desta equipa também se foi modificando. Continuo a considerar que a sorte esteve sempre do nosso lado. E com isto confirmei o que já suspeitava: (...)
01.07.16

Sobre nós. E o Euro.

Catarina Duarte
  O que é que falta para prestarmos contas com o destino, fazê-lo pedir-nos desculpa pelo campeonato roubado em 2004 e sermos campeões europeus? Por muito que estejamos envolvidos em euforia por estarmos, oficialmente, nas meias-finais, eu não consigo mostrar qualquer sinal de contentamento. Tivemos uma sorte desgraçada com os grupos e, na escalada (...)