Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

30.05.18

Feira do Livro 2018 (as minhas compras e algumas sugestões).

CD
Foi no domingo passado que rumámos ao maior evento literário de Lisboa, a Feira do Livro. Tenho uma estima muito grande por este evento, no geral, e pelas suas farturas, em particular.  É difícil de explicar mas, como em todas as coisas boas da vida, em vez de nos pormos para aqui com floreados mais vale ir e senti-la. Normalmente, aproveito a Hora H, durante a semana, onde alguns livros estão com grandes descontos e a Feira está com pouca gente, é uma altura óptima porque dá (...)
24.01.18

Opinião: Como é Linda a Puta da Vida, de Miguel Esteves Cardoso

CD
 Não sei se é a sua educação com influência inglesa, se o facto de o seu pensamento rodar de uma maneira diferente da minha, mas sinto sempre que saio a ganhar quando ouço falar (ou leio) o Miguel Esteves Cardoso. Prova disso é o programa que passa, às terças-feiras, na RTP1. Era mesmo o programa que faltava. Conversa e conversa. Boa conversa. Conversa interessante. Sou viciada. Ele e o Bruno Nogueira fazem o (...)
15.11.17

Histórias.

CD
(Fotografia analógica - ainda não revelada - tirada pela minha prima. Podem seguir o trabalho dela, no seu instagram @shadowplay35) Terão vocês algum interesse nos contos que escrevo e que nunca vos mostrei? Na verdade, tenho muitos escritos. Outros tantos que, não estando escritos, estão quase a sê-lo. Podia publicar um por semana, que acham? Retirado de um livro de Lucia Berlin:“Exagero muito e misturo a realidade com a (...)
04.09.17

Alma de Escritora.

CD
Uma vez, há muitos anos, referiram-me que eu tinha alma de escritora.     Na altura, não percebi (aliás, sendo franca, ainda hoje tenho certas dúvidas que perceba) o significado disto de ter alma de escritora.     Porém, hoje, enquanto relaxava (aquele verbo cuja quietude tenho dificuldade em alcançar), vislumbrei em mim, na sombra que se projetava no chão, um imagem ténue do que poderia ser isto de ter alma de escritora.     Ali, recortada na sombra que me desenhava, nas (...)
25.06.17

Opinião - A Vegetariana de Han Kang.

CD
 Opinião: Assim que comecei a ler o livro A Vegetariana e, por estarmos, tanto eu como a minha mãe, particularmente sensíveis a este tema, recomendei-lhe que o comprasse, o mais brevemente possível, para, o quanto antes, o começar a ler. Porém, à medida que fui avançando na leitura, mudei de ideias e nunca mais insisti no assunto. De facto, julgo que a minha mãe não gostaria dele como, aliás, muitas pessoas não vão gostar. Este livro, vencedor do Man Booker International Prize
02.03.17

Os portugueses querem Arte.

CD
 Não aceito aquelas teorias que referem que os portugueses são analfabetos, que não sabem apreciar boa música, bons filmes, boas esculturas. Acho que ainda há muito trabalho a desenvolver nesta área, como é óbvio, mas, se calhar, mais relativamente à forma de financiamento do que relativamente a outra coisa qualquer. Julgo que precisamos de perder as peneiras. E quando falo na primeira pessoa do plural, refiro-me às forças pseudo-intelectuais que por aqui habitam, aqueles (...)
06.04.16

Sobre a morte.

CD
A morte é um pedaço valente desta arte de viver. E vai mesmo acontecer num determinado dia, num dia rigorosamente igual ao anterior em que, provavelmente, vamos acordar, vamos tomar o mesmo banho de todos os dias e o pequeno-almoço do costume, vamos cumprimentar os nossos mais que tudo, vamos avançar para a viragem das horas e não vamos concluir qualquer minuto que (...)