Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Qua | 04.01.17

Uma boa forma de começar 2017.

Catarina Duarte

IMG_1241.JPG

 

Tenho sentimentos mistos com a passagem de ano. Por um lado, não a adoro particularmente mas, por outro, é para mim um momento de introspecção, momento esse que necessito (e quero que exista) para balancear a minha vida. Normalmente, passo a meia noite desorientada entre a tentativa de conseguir engolir 12 passas em 12 segundos (ninguém consegue, certo?), a (grande) vontade de beber espumante e as lágrimas que caem sempre, fruto da saudade que sinto pelas (minhas) pessoas, aquelas que já cá não estão - na passagem de ano, a saudade tende a aumentar, torna-se palpável e penso sempre no que elas, no que as minhas pessoas, já não vão assistir. As solicitações, em Lisboa, são sempre mais que muitas: ora vamos para aqui, ora há uma festa ali. Acabo sempre por me confundir e a obrigação de ter que me divertir numa noite específica do ano não me agrada particularmente. Por isso, tento sempre passar o ano fora de Lisboa e, preferencialmente, fora de Portugal. Incluir a passagem de ano numas férias é sempre a minha (melhor) opção. Foi, portanto, isso que fizemos este ano e não podia imaginar melhor forma de terminar 2016 e de começar 2017. Por que sei que adoram viagens, resolvi partilhar um pouco desta minha odisseia. Acompanham-me?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.