Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Ter | 21.11.17

Uma forma GIRA de passear por Lisboa.

Catarina Duarte

bicicletas gira.JPG

 

O fins-de-semana foi bom e cheio. Tão bom e tão cheio que fiquei mesmo com a sensação de ter descansado apesar de não o ter, propriamente, feito.

 

Tivemos direito a espetáculos, a passeios, a jantares, a desporto e a filmes. E, claro, a escrita.

 

Bom, mas o texto de hoje é sobre as bicicletas Gira que, no meio do nosso fim-de-semana, ainda conseguimos experimentar.

 

Para quem não sabe, Lisboa está apostar forte e feio na bicicleta como meio de transporte e, até para mim, que tenho uma relação umbilical com o meu carro, faz sentido.

 

Queremos ou não um ambiente menos poluído e com menos stress? Sim, claro!

 

Então, o que é a Gira?

É um serviço que permite a partilha de bicicletas. Basta pegar numa bicicleta numa das estações já disponíveis e, no destino, deixá-la noutra qualquer estação.

Na app, disponibilizada para o efeito, conseguimos ver quantas bicletas (e lugares vagos) há nas estações.

 

Começaram a abrir estações na zona da Expo e agora foi a vez da zona de Alvalade.

 

Bom, mas não vamos ignorar as 7 colinas, pois não? Não, claro que não vamos. Há bicicletas tradicionais mas também há elétricas (eu experimentei uma elétrica) o que torna tudo muito mais fácil!

 

Estações gira.png

 

Dá imenso jeito para as voltinhas de fim-de-semana e, se calhar, num horizonte temporal relativamente curto, para ir trabalhar. Talvez, talvez.

Experimentem! É mesmo giro, prático e amigo do ambiente.

 

Mais informações aqui.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.