Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(in)sensatez

por Catarina Duarte

(in)sensatez

por Catarina Duarte

Sex | 23.06.17

Uma tragédia nunca vem só.

CD

Não há, obviamente, desculpa para roubos, para furtos, para maldades, no geral, para violações, em particular, em nenhuma – nenhuma mesmo - circunstância.

 

Mas fico ainda mais chocada quando leio que há pessoas que se aproveitam da tragédia alheia (ou, como tantas vezes acontece, da velhice alheia) para criar linhas de ajuda falsas ou contas bancárias reais mas cujo dinheiro nunca chegará às vítimas.

Aconteceu com a tragédia em Pédrogão e acontece sempre que há uma tragédia.

 

São tantos os exemplos diários de quem, totalmente ausente de escrúpulos, se aproveita da fraqueza do próximo, da desorientação que se vive no momento, das casas que se deixaram destrancadas, daquelas que se tiveram que abandonar, com o propósito de roubar, de enganar, de extorquir.

 

O ser humano tem muito, muito de bom, é verdade, mas depois tem um lado, este lado, que me faz ter vergonha de pertencer a esta espécie.

 

4 comentários

Comentar post